22 de dez de 2016

Que neste Natal cada ser humano 
procure doar um pouco de si. 
Não somente em coisas materiais, mas principalmente 
em pequenos gestos para com o próximo.

Feliz Natal e um ótimo ano de 2017 !

Monalisa Convites & Cartões




9 de fev de 2014

Como surgiram os convites ?

Quer saber como surgiram os convites de casamento?

Antes do invento da imprensa em 1447, não havia nenhuma maneira 
para se enviar informações em massa.
Os monges passavam a vida inteira trabalhando em manuscritos 
ricamente ilustrados.  A forma de convidar as pessoas era muito 
diferente: geralmente eram enviados mensageiros para anunciar a 
festa de casamento. 
Convites escritos, como os de hoje, não eram usados, pois, a maioria 
das pessoas era analfabeta. Apenas as famílias mais ricas da 
sociedade podiam ler um convite impresso.
 Famílias de origem nobre enviavam os convites com o brazão da família.
Quando a gravura surgiu, por volta do ano de 1600, às coisas 
começaram a mudar. Um gravador era contratado para esculpir uma 
placa de metal onde os convites eram impressos. O processo era caro, 
e a classe média, que estava em ascensão, começava a se tornar rica e 
poderia não só ler, como também se dar ao luxo de ter convites 
gravados e impressos com tinta. 
Quando surgiram as máquinas, na Revolução Industrial em meados de 1700, houve o início da produção em massa de convites. 

Por que são utilizados envelopes nos convites ? 
Essa necessidade surgiu a partir do momento em que os convites eram entregues por cavaleiros. Não havia sistema de correio, de modo que as noivas protegiam seus delicados convites em envelopes, para não serem sujos ao longo do caminho.
Os convites de hoje podem ser formais ou informais: tudo depende da 
personalidade dos noivos. 
A tradição ainda continua, com a entrega dos convites em mãos.